sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Fotos da Investidura de 16.11.12

Irmãos, Saudações.

 

            Já se encontram no site as fotos da Investidura de 16.11.12http://www.templebrasil.org/gallery3.htm  

 

Fraterno Abraço

 

Fr. +João Baptista Neto

 

 

 

sábado, 22 de dezembro de 2012

Vídeo Completo daI Investidura de 2012

Irmãos, Saudações
 
O Vídeo completo da Investidura de 2012 já pode ser visto no site da TempleBrasil - último item da Lista de Reprodução - ou no YouTube, clicando no  endereço a seguir - http://www.youtube.com/watch?v=fuLvkF7U7OU .
 
Em breve colocarei algumas fotos no álbum do Site.
 
Fraterno Abraço,
 
Fr. +João Baptista Neto
            Comendador 

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Textos da Investidura 16.11.12

 

Palavras do Grão Prior - Por ocasião da Investidura de 16.11.2012

 

Querido Irmão João,

 

Quisera eu, escrevendo umas linhas, traduzir toda minha estima e simpatia pelo tremendo esforço que estais fazendo na consolidação da Ordem no Brasil. Esforço do qual o Grão Mestre está totalmente informado.

 

Ademais, com relação aos atos de investidura que ides celebrar e para os quais estais plenamente capacitado por autorização expressa de S.E. Don Fernando e por mim mesmo, quero dirigir umas palavras aos novos irmãos que a partir de agora nos acompanharão no caminho e com os quais oraremos em comunhão.

 

"Irmãos, é um grande passo o que dais e é um grande esforço o que vos espera. O caminho nunca foi fácil, mas caminhá-lo vale a pena. Sabeis que embora distantes físicamente não há distância entre almas irmãs e, portanto, apesar de não poder estar aí nessa ocasião, meu coração e minhas orações estão convosco nesses dias felizes de irmandade e cerimonial.

 

Peço-vos que nunca esqueçais o compromisso interno que contraístes com os irmãos e convosco mesmos. Lembrai-vos sempre as palavras da investidura tradicional, nas quais invocando os irmãos que nos antecederam para ajuda no caminho, pedimo-vos que sejais justos, sábios e leais.

 

Que assim seja.

 

Josep Juan Buixeda

ORDEN SOBERANA Y MILITAR

DEL TEMPLE DE JERUSALEM

         Legado Magistral

                    Prior

Gran Priorato de España"

 

 

------------------------------------------------

 

 

Palavras do Comendador

 

HOMILIA DA INVESTIDURA – 16.11.2012

Breves palavras por ocasião da Missa em Ação de Graças pela Investidura da II turma de Templários formada pela TempleBrasil, com o beneplácito do "Gran Priorato de España - Priorato Magistral de la OSMTJ" - Ordem Soberana e Militar do Templo de Jerusalém - OSMTH - Porto - Portugal.

 

Autoridades eclesiásticas, autoridades militares e civis, distinta assistência:

 

O nosso sincero agradecimento por prestigiarem essa cerimônia em que rendemos graças aos Céus pelo transcurso e sucesso na formação de novos Cavaleiros Templários, culminando com a Investidura dos mesmos.

 

No ano passado, nessa mesma ocasião, falamos de como podemos atuar nos dias de hoje para a consecução dos preceitos emanados de nosso Grande Mestre, Nosso Senhor Jesus, o Cristo, preceitos esses enunciados com grande profundidade e significados no Evangelho de João, o Apóstolo.

 

Hoje traremos a público um dos cânones de nossa Ordem, aquele que nos orienta e dá a forma de proceder como Monges e Guerreiros Cristãos - o LIVRO DA CAVALARIA, de Ramón Llúlio.

 

"Todo Cavaleiro deve saber e praticar as VII Virtudes:

 

Fé, Esperança, Caridade, Justiça, Prudência, Fortaleza e Temperança.

 

+ A primeira porque sem Fé o Cavaleiro não pode saber nem entender as coisas invisíveis

+ A segunda porque na Esperança está o poder de Deus, não na força nem nas armas do Cavaleiro.

+ A terceira porque sem a Caridade, que é o amor, o Cavaleiro será cruel e não terá piedade  nem misericórdia.

+ A quarta porque sem a Justiça um Cavaleiro é injurioso e ofensivo, pelo que destrói a si próprio.

+ A quinta porque sem a Prudência o Cavaleiro cairá nas faltas corporais e espirituais e não terá raciocínio, nem entendimento, nem vontade para manter a honra da Cavalaria.

+ A sexta porque sem a Fortaleza o Cavaleiro cairá na soberbia, na ira, na cobiça, na gula, na inveja e na luxúria, porque todas elas engendrarão fraquezas no coração e não lhe farão digno de ser amado. A força corporal não é nada sem a Humildade e a Caridade, e a ira intumesce o entendimento, perturba o espírito e expulsa de si a iluminação.

+ A sétima porque sem a Temperança não terá medida no comer, beber, falar, vestir e porque sem essa Virtude não se honra a Cavalaria.

A prática de todas elas conduzirão ao Conhecimento e à Sabedoria, porque procedem de Deus."

 

Para concluir, nossa regra original, quando da fundação da Ordem em 1118 em Jerusalém, teve como base a regra dos Agostinianos que, posteriormente, em 1128, no Concílio de Troyes - França, a pedido de seu fundador, Hughes de Payens, teve as mesmas revistas e adaptadas à realidade da época por São Bernardo de Claraval, um dos Doutores da Igreja, sendo aprovada pelo Papa Honório II.

 

Um pouco da história da Ordem para o grande público, agora que estamos experimentando um crescimento bastante intenso no interesse pelo Templarismo, se fazia necessário, pois ainda existem aqueles que relutam e nos taxam de hereges e proscritos, apesar da publicação do livro "Processo contra Templarios", em 28 de Outubro de 2008, por SS Papa Bento XVI, onde taxativamente afirma que tudo não passou de uma grande farsa engendrada pelo Rei da França.

 

Tal como prescrito no Concílio Ecumênico Vaticano II (Decreto "Unitatis Redintengratio" sobre o ecumenismo, de 21 de Novembro de 1964), pregamos e praticamos o ecumenismo Cristão, aceitando em nossas fileiras cristãos de outras confissões - Anglicanos, Ortodoxos, Luteranos, Bizantinos, Coptas, Maronitas, Adventistas, Presbiterianos e todas as demais confissões que têm Nosso Senhor Jesus, o Cristo, como Mestre Maior e adotam a prática do Batismo.

 

Por hoje, era o que tínhamos a acrescentar.

 

MUITO OBRIGADO

 

"NON NOBIS DOMINE, NON NOBIS, SED NOMINI TUO DA GLORIAM."

 

 

Fr. +João J, Baptista Neto

            Comendador

Comendadoria do Rio de Janeiro - Brasil

 

Fr. +João Baptista Neto

         Comendador

 

 

 

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Ditadura Economica - Por Frei Betto

Sirva este como um Alerta!

 

   Lendo o maravilhoso Artigo do Frei Betto, perguntamos: os pobres se conformarão em ficar mais pobres e sofrerem mais esse sacrifício vendo os ricos ficarem cada vez mais ricos e pouco se importando com eles? Leiam o artigo completo em www.cavaleirotemplario.net e tirem suas conclusões.

 

 

        Arauto do Templo

 

domingo, 29 de janeiro de 2012

Aposentada ou na ativa, classe média é quem paga as contas...

Vou ficar só no caso da Aposentadoria. Além de estarmos contribuindo para uma série de gastos que são da responsabilidade exclusiva do Governo, e também para todas as bandalheiras que ocorrem, como já vimos, enfiam a mão no bolso do aposentado para suprimir uma parte da aposentadoria que lhe é devida, para a qual contribuiu a vida toda na expectativa de receber uma determinada parcela, em função de a Previdência não ter caixa para arcar com o compromisso. A esse surrupio deram o pomposo nome de "Fator de Previdência", que instituíram recentemente em desrespeito aos mas de 30 anos de contribuição de muitos trabalhadores e aposentados. Leia a matéria completa em http://www.cavaleirotemplario.net/about.htm

 

Arauto do Templo

 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O Trem da Alegria do Itamaraty

Numa conta bastante simples - 600 milhões divididos por 42 milhões (População economicamente ativa - IBGE-Nov.11), dá a contribuição anual não autorizada de R$14,29 por ano por parte dos que trabalham, só para esse minúsculo caso do Itamaraty. Agora, se somarmos 83 bilhões de recursos desviados até 2011 aos 600 milhões do Itamaraty e fizermos a mesma divisão pelos 42 milhões que trabalham honestamente e pagam seus impostos para uma vida melhor e mais decente, teremos a estonteante cifra de R$1.976,00 (3 salários mínimos) por ano. Ou seja, o trabalhador que ganha salário mínimo trabalha 3 meses para sustentar a desonestidade e as falcatruas. A respeito, vale a pena ler a matéria que se encontra em - http://www.sonoticias.com.br/opiniao/10/140722/a-taxa-o-imposto-e-os-politicos  . 
Ao invés de "Faxina" melhor seria uma desinfecção em todos os setores públicos para erradicar as "Bactérias da desonestidade e da corrupção".

 

            A matéria sobre o “Trem da Alegria do Itamaraty” já se encontra publicada em http://www.cavaleirotemplario.net/about.htm

 

Arauto do Templo

 

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Spread escandaloso do truste dos Bancos

Entende-se perfeitamente que os escandalosos spreads possam vir a ser uma questão de política monetária - maior o spread maior o interesse de capitais estrangeiros ingressando no país, menor a tomada de empréstimos internos e expansão do crédito evitando a inflação. Até aí, tudo bem. O que não se entende é o Banco Central autorizar que os bancos cobrem dos clientes a maioria de seus custos indiretos inerentes à própria atividade - taxa de abertura de crédito, taxa de cadastro, taxa de renovação de cadastro, taxa de transferência, taxa de manutenção da conta....e por aí vai. E tudo isso debitado direto na conta do cliente, fora uma apólice de seguro que é empurrada no cliente, fora os cartões de crédito com suas anuidades astronômicas. Tudo isso seria perfeitamente aceitável se os bancos fossem instituições sem fins de lucro. Mas é exatamente o contrário. É o segmento da economia que apresenta os melhores resultados trimestre a trimestre, ano a ano. Por quê desse privilégio todo? Será que esses custos indiretos não estão sendo cobrados duas vezes - uma, embutidos nos próprios spreads, outra, explicitamente na conta do cliente?

 

Leia a Matéria completa em www.cavaleirotemplario.net/about.htm  - Vale a pena. É uma boa aula de Economia.