sexta-feira, 16 de abril de 2010

Nota de Apoio ao Vaticano e Carta de Apoio à SS Papa Bento XVI

13/04/10

NOTA INFORMATIVA

 

Remete uma carta de apoio a Bento VXI.

 

O Grande Priorado da Espanha da OSMTJ
demonstra seu apoio a Sua Santidade o Papa

 

 

Concordamos com os milhões de crentes, e não crentes, que estão convencidos que a Igreja Católica sofre na atualidade uma dura campanha para tentar encobrir seu trabalho social e humanitário em todo o mundo. O Papa, a Igreja Católica e os católicos militantes em geral se converteram num obstáculo para todos aqueles que fizeram das políticas que atentam contra a dignidade humana sua bandeira.

 

Ante esses ataques cruéis e sem sentido, todos nos sentimos perseguidos, e como grupo de laicos da Igreja Católica os templários do Grande Priorado da Espanha não podemos deixar de mostrar publicamente nossa indignação por esta campanha e fazendo uso do nosso direito à liberdade de expressão, sair publicamente para defender Bento XVI.

 

O Grande Priorado da Espanha faz suas as palavras do Cardeal Angelo Sodano ao se dirigir ao Papa durante a Missa da Ressurreição, nas quais lhe expressou o apoio da Igreja ante os ataques que recebe pelos casos de pederastria: "Santidade, não está só, os fiéis não se deixam impressionar pelas maledicências do momento".

 

Fazemos constar ademais nossa fidelidade à Autoridade da Igreja, reconhecendo nas palavras do Santo Padre uma orientação moral para todos aqueles que professamos a fé católica, não podendo permanecer impassíveis ante uma campanha de deslegitimação do ministério de Pedro, de quem nos preside na caridade, e da doutrina social da Igreja.

 

Com tal motivo, o Grande Prior da Espanha, Josep de Juan i Buixeda, remeteu uma carta de apoio à sua Santidade Bento XVI que se anexa a esta Nota.

 

Anexamos o Comunicado para que lhe dê a maior difusão possível remetendo-o aos vossos endereços de email.

 

 

Gran Priorato de España
Priorato Magistral de la OSMTJ

 

Carta Anexa:

 

 

Prior Geral

Gran Priorato de España – Priorato Magistral

ORDEN SOBERANA Y MILITAR DEL TEMPLE DE JERUSALEM

 

 

Sua Santidade

BENTO XVI

CIDADE DO VATICANO

ROMA - ITÁLIA

 

 

Santidade:

 

No dia de hoje, como responsável pelo Grande Priorado da Espanha da Orden Soberana y Militar del Temple de Jerusalem (OSMTJ), quero fazer-lhe partícipe, em meu nome e no de todos os integrantes deste Grande Priorado, da preocupação que como laicos católicos sentimos ao ver a insidiosa campanha desatada contra Sua Santidade e contra a Igreja Católica.

 

A fé nos diz que a Igreja e o Papa, como Vigário de Cristo na terra, sucessor de São Pedro e pastor supremo da Igreja Católica, se converteram num obstáculo para as políticas que atentam contra a dignidade humana, o direito à vida e os valores fundamentados na solidariedade. Motivo pelo qual o objetivo em atacar.

 

De parte do Grande Priorado da Espanha entendemos que é nesses momentos que nós laicos devemos nos manifestar clara e livremente nossas convicções, a confiança que temos no ministério sacerdotal, e o necessário que é na sociedade uma referencia moral clara como é a Igreja, e seu representante máximo, Sua Santidade o Papa.

 

Com tal motivo rogo-lhe, em nome de todos os integrantes do Grande Priorado da Espanha, aceite a expressão de nosso total apoio à Igreja Católica, em particular à não tachável referencia moral que supõe para todos Sua Santidade Bento XVI, e NOSSO reconhecimento ao trabalho que conduz em defesa da dignidade das pessoas.

 

Com todo o respeito, mas com todo carinho e gratidão, expressamos-lhe firme apoio e nosso afeto.

 

De Vossa Santidade mui devoto filho.

 

Sede prioral em dez de Abril de 2010.

Fr + Joseph, prior

(Firma e Selo

 

 

 

Fr. +João Baptista Neto

 

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Comentário sobre o Convento de Almeria

Agradecendo nosso leitor de Portugal, Sr. Paulo Sérgio, os Comentários abaixo que ora reproduzo.

 

Arauto do Templo

 

Abaixo reproduzo E-mail de nosso Leitor a respeito da oportunidade do Manifesto de Almeria, de 20.03.10, da OSMTJ, recentemente distribuido e publicado.

Além de muito bem escrito, aborda com extrema felicidade todos os pontos do dito Manifesto ressaltando os aspectos que levaram nossa sociedade ao processo de degradação cada vez mais acelerado em que se encontra, e o que deve ser feito para se reverter tal situação.


 

COMENTÁRIOS AO ENCONTRO DE ALMERIA

 

Boa tarde Fr. João Baptista Neto!

 

Reitero o meu agradecimento a si, pelo envio, em tempo devido, do comunicado produzido em Almeria aquando do encontro da OSMTJ sobre a valorização moral e ética das sociedades contemporâneas.

 

É já antiga esta crescente desespiritualização causadora da inerente desvalorização moral e ética das populações mundiais, que se tem arrastado ao longo das últimas décadas, fruto de uma encruzilhada entre duas eras que sendo sequenciais, revelam, entre si, diferenças abissais e que por essa razão devem ser observadas de maneira diversa.

 

Note-se que estamos em período de transição entre a remota era do signo de Peixes e a nova era do signo de Aquário, esta mutação gradual acarreta transformações profundas que se fazem sentir nas gerações vindouras.

 

Porém, essas alterações quase imperceptíveis conscientemente, não devem alimentar posturas levianas nem grosseiras face a símbolos cristãos ou outros, representativos dos valores eternos do Espírito que merecem a devida veneração, a despeito da conduta humana que pela sua pequenez e incapacidade espiritual, muito tem prejudicado ou destruído em nome de tais referências simbólicas.

 

O desrespeito pelos testemunhos figurativos religiosos denota, por um lado, a incongruência de muitos responsáveis eclesiásticos, por outro, a avidez exclusivamente aquisitiva e imediatista que esmaga qualquer outra postura que abdique desse comportamento, entendido como desvio ás regras que os interesses materialistas matizam no nosso viver diário.

 

Também a separatividade ideológica alicerçada em cores político-partidárias tem cimentado a mesquinhez humana, etiquetando as diferenças de pensamento como perigosas manifestações oponentes, causadoras de inquietantes ameaças à estabilidade de um sistema que, por si só, já tem revelado sintomas de profunda perversidade.

 

E não falemos apenas de governos, demos também atenção aos pequenos/grandes núcleos sociais, antagónicos aos governos estabelecidos e vejamos, neles igualmente, atitudes pouco consentâneas na dignificação da pessoa humana e da sua legítima inserção social, isenta de máculas ou de obstáculos preconceituosos.

 

Tudo tem sido causas mais que reais para a degenerescência das sociedades no plano espiritual, isto para não falarmos de intelectuais, artistas ou falsos espiritualistas/gnósticos/esotéricos, muitos deles responsáveis pela decadência total do ser humano nos capítulos da moral e da ética.

 

A modificação deste estado de coisas passa, obrigatóriamente, pelo enaltecimento do Bem, premiando tudo o que por bem é produzido em prol da dignificação do homem e rejeitar frontal e inequívocamente, o que produz efeitos nocivos via atitudes menos exemplares e de cunho marcadamente materialista.

 

Assim recuperaremos verdadeiramente a Ética e uma Nova Moral em defesa do bem estar de todos, respeitando as diferentes idiossincrasias do OM ao AMEN.

 

Atenciosamente

Paulo Sérgio  

 

Extraído do Grupo Coração Templário