quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Mais um Caça-níqueis.

Comentário

 

                Como se já não bastasse o doloroso IPVA, agora saem com mais essa armadilha de curto-tempo que vai custar ao motorista que deixar vencer o prazo de 30 dias para renovação da Carteira de Habilitação, cerca de R$1.200,00. Que se aplique a multa por ter deixado vencer o prazo do pedido de renovação, concordo. Agora, invalidar toda a habilitação do indivíduo faltoso não é correto nem justo. Ninguém desaprende de dirigir devido ao atraso no pedido de renovação a ponto de ter que refazer todos os testes e provas. No meu entender, tal medida só seria válida se o indivíduo deixasse de pedir a renovação num prazo superior a 2 (dois ) anos.

 

Ass.: Arauto do Templo

 

 

Vencimento Carteira Habilitação

(Novas Regras)

 

 

Leia e repasse, essa é muito importante para vc que é motorista.

UTILIDADE PÚBLICA

NOVAS REGRAS PARA O VENCIMENTO DA CARTEIRA DE HABILITAÇÃO (REPASSE)

Importante ler repassar para os amigos.

COMEÇAR JÁ É METADE DE TODA A AÇÃO! DIVULGUEM!!!!!!!


ATENÇÃO
Vencimento Carteira Nacional de Habilitação

Foi criada uma lei, na mesma época em que foi criada a lei seca, que
só pode ser renovada a carteira durante o prazo de no máximo 30 dias após o vencimento da mesma.

Após este prazo, a carteira é cancelada automaticamente

e o condutor será obrigado a prestar todos os exames
novamente: psicotécnico, legislação e de rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou carteira.

Esta lei não foi divulgada como a lei seca e mais de 3.000 pessoas só na cidade de SP no mês de outubro de 2008,

perderam suas carteiras de habilitação e terão de repetir todos os exames.

Fiquem atentos quanto ao vencimento de sua CNH.

Só por alto, fora a multa, para tirar novamente a CNH, fica por volta de R$ 1.200,00 e
leva + ou - de 2 a 3 meses, isso se você passar por tudo da 1ª vez.

As mudanças começaram a valer no dia 1º de janeiro de 2010.Serão incluídos novos conteúdos,
além de uma nova carga horária.

O Diário Oficial da União (DOU) publicou (22/11/2008)

uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito
(CONTRAN) que altera as regras para quem vai tirar a carteira de motorista.

Entre as mudanças está a carga horária do curso teórico que vai passar de

30 para 45 horas aula e a do prático, de 15 para 20 horas aula.

Serão incluídos novos conteúdos, como as conseqüências
da ingestão de bebidas alcoólicas e cuidados especiais com motociclistas.

As mudanças começam a valer no
dia 1º de janeiro de 2010.

Quem já tiver iniciado o processo
antes disso ainda vai pegar as regras antigas.

ALÉM DISSO: Providenciar com urgência a retirada do plástico e trocar o extintor por um cheio.

Mais uma regulamentação - sem a devida divulgação!!!!

Agora é norma do CONTRAN e dá uma multa de R$ 127,50 para quem for apanhado fora da lei :
O extintor de fogo obrigatório do carro tem que estar livre do plástico que acompanha a embalagem.

Tire a embalagem plástica e deixe o acesso ao extintor livre.


Não esqueça: - se um policial rodoviário, estadual ou federal parar seu carro e verificar que
o extintor está protegido pelo saco plástico

- ele vai te autuar - 5 pontos na carteira;
e você só segue viagem após tirar o plástico, desde que o bendito extintor esteja com a validade em dia ( e mais os tais R$ 127,50 ).


AJUDE SEUS AMIGOS E REPASSE,

 

Caso ela só vença nos próximos anos, fixe um aviso no final da agenda e vá passando para a próxima ao trocá-la

 

 

 

 

domingo, 14 de fevereiro de 2010

A Valente atitude da OSMTJ-Es.

Comentário

 

                O que mais irrita num zombeteiro é o fato de que o faz quando sabe que as consequencias nada mais serão que palavras de Protestos e indignação. Mesmo assim, nunca serão demais palavras de repúdio como as da OSMTJ à essa desrespeitosa peça de terceira categoria.

 

Ass.: Arauto do Templo

 

 

 

Paródia em que se zomba da religião

A OSMTJ contra a paródia de Jesus Cristo no Carnaval 2010 de Almeria

O Grande Priorado da Espanha da Ordem Soberana e Militar do Templo de Jerusalem (OSMTJ) lamenta que se zombem da imagem de Jesus Cristo e pede a ‘Los Sentenciaos’ que retirem de cartaz a peça burlesca.

MM. Ramos - 12-02-10

www.cope.es

 

Parodia sobre Jesus cristo do grupo 'Los Sentenciaos'

 

 

O Grande Priorado da Espanha da Ordem Soberana e Militar do Templo de Jerusalem (OSMTJ) lamenta a falta de escrúpulos daqueles que usam a imagem de Jesus Cristo para zombarias e sátiras sem ter em conta a fé e os sentimentos dos cristãos e pede que se retire de cartaz essa encenação da paródia.  

Comunicado da OSMTJ:

A imagem de Jesus Cristo crucificado é, além do maior símbolo religioso para os cristãos que vivem conforme seu modelo de vida, um exemplo de sacrifício e amor desinteressado para com os demais, especialmente para com os mais fracos, sinal de uma justiça elevada pela misericórdia; além de consôlo dos pobres, os humildes, os simples e os perseguidos que vivem conforme o exemplo que simboliza essa cruz.

Por este motivo, como cristãos, nos sentimos profundamente ofendidos quando a imagem de Jesus Cristo crucificado é utilizada como recurso para chacota. Cremos que não parece muito correto brincar com a imagem mais respeitada por milhões de crentes, invocando falsos direitos e liberdades, que curiosamente atentam contra os direitos e liberdades dos cristãos; melhor nos parece um pretexto para mascarar, nesta ocasião dentro do ambiente carnavalesco, os sentimentos de ódio religioso cada dia mais evidente na Espanha..

A paródia ‘Los Sentenciaos’ não teve o menor cuidado em utilizar a imagem de Jesus Cristo crucificado para encenar sua atuação no Carnaval 2010 de Almeria. A cena de um folião crucificado é uma grave ofensa para todos os que vivenciamos a fé cristã, que vemos a total falta de respeito deste quarteto a nossos sentimentos religiosos, que não titubeia em abordar o fato religioso no Carnaval de Almeria com uma visão excludente, anticristã e carente de toda a sensibilidade para com uma imagem símbolo de humanidade, de um humanismo que fez transpirar para o mundo inteiro valores fundamentais, do perdão da misericórdia, dar a vida, saber entregá-la.

Sem dúvida esta paródia é de todo rechaçável, como assim nos fez chegar centenas de almeirenses, pois no fundo não é outra coisa que um ataque aos mais profundos valores do cristianismo, que além disso são a base de nossa cultura espanhola e européia baseada em princípios como a dignidade, liberdade, igualdade, solidariedade e justiça; princípios tão importantes em nossa atual sociedade que merecem o maior dos respeitos. O próprio Preâmbulo do projeto de Constituição européia reconhece que os valores que defende (dignidade, liberdade, igualdade, solidariedade, cidadania e justiça) não nasceram do nada, senão que tem sua origem cultural, religiosa e humanista cuja marca continua ainda viva na sociedade européia; embora seus redatores não tenham se atrevido a indicar a fonte disso, o cristianismo.

O Grande Priorado da Espanha com toda a dor que supõe esta ofensa pede, respeitando a liberdade dos amantes do carnaval que ao brincá-lo, que se tenha maior sensibilidade na hora de abordar tão frivolamente algo tão sério para milhões de pessoas como sua fé, neste caso a cristã, que tanto fez e faz para o reconhecimento da dignidade da pessoa e a inviolabilidade dos direitos humanos sem distinções de raças, línguas e religiões; e se retire a imagem de Jesus Cristo na cruz desta paródia. 

Declarações do Bispado de Almería

A chacota, zombaria ou paródia criada por ‘Los Sentenciaos’ “não vai contra a Igreja, senão que ridiculiza e riem da figura de Jesus Cristo“. Respeitam absolutamente “a liberdade de expressão, porém queremos que respeitem também a nossa. Há que se respeitar e não zombar desses símbolos, um respeito para com um modo de vida de milhares de pessoas“. Como exemplo desse respeito está “a famosa sentença de Estrasburgo sobre os crucifixos. Ofender ao crucifixo ofende? Tenhamos respeito“. São palavras do vigário geral do Bispado de Almería, o Padre Tomás Cano.

Veja a última hora em www.osmtj.org

 

 

Gran Priorato de España
Priorato Magistral de la OSMTJ

cruzpatriarcal